Usar máscara corretamente: veja como o fazer, sem riscos

Nunca imaginamos que este acessório fosse fazer parte do nosso dia a dia, mas a verdade é que usar máscara hoje em dia é mesmo fundamental nalguns casos e obrigatório noutros. Ainda assim, existem muitas dúvidas sobre a forma correta de o fazer e prova disso é o que vemos um pouco por todo o lado: nariz de fora, máscara muito larga ou presa no queixo, só para dar alguns exemplos.

O uso de máscara é, de facto, uma medida primordial para evitar uma potencial infeção por COVID-19 e ajudar a abrandar o ritmo, a aplanar a chamada curva deste segundo pico que Portugal – e o mundo - está a atravessar.

Fazê-lo da forma certa e lutar por isso não é meramente um capricho, mas sim uma questão de saúde pública, não só para o proteger, mas, e acima de tudo, para proteger os mais velhos ou quem tem doenças pré-existentes, que os podem tornar mais propícios a doença grave.

 

Diferentes tipos de máscara

De sublinhar que existem três tipos de máscaras:

  • Respiradores: os chamados FFP (Filtering Face Piece) é um equipamento de proteção individual destinado aos profissionais de saúde, de acordo com a Norma 007/2020 da DGS;
  • Máscaras cirúrgicas: um equipamento de proteção individual que previne a transmissão de agentes infeciosos das pessoas que utilizam a máscara para as restantes;
  • Máscaras não-cirúrgicas, também denominadas de máscaras comunitárias ou de uso social: feitas a partir de diferentes materiais têxteis, destinados à população geral, não certificados.

Na Brasão Rosa, encontrará os dois primeiros tipos de máscaras referidos, a preços acessíveis.

 

Quando deve usar máscara?

Em Portugal, o uso de máscara é obrigatório em várias situações. Atente:

  • Em locais fechados, como lojas, restaurantes e estabelecimentos e de prestação de serviços, serviços e edifícios de atendimento ao público, estabelecimentos de ensino e creches e transportes públicos;
  • Na rua, sempre que não for possível garantir o distanciamento físico recomendado pelas autoridades de saúde – exceto crianças com menos de 10 anos;
  • Por todas as pessoas que pertençam a grupos de risco, seja pela idade, seja por ser portador de doença crónica grave.

Existe ainda outro equipamento de proteção individual, também disponível na nossa loja online, que é a viseira, que ajuda a proteger o rosto. Todavia, deve ter em conta de que a viseira não substitui a máscara. Deve ser usada como um complemento adicional de segurança.

 

Estes são os cuidados a ter ao usar máscara

O que fazer antes de colocar, como usar e como retirar a máscara são questões que levantam mais dúvidas do que pode imaginar. Por isso, queremos que fique a par dos procedimentos adequados.

Antes de colocar a máscara

Deve começar por higienizar as mãos, com água e sabão ou, se não for possível, com uma solução à base de álcool. Em seguida, verifique qual o lado a colocar voltado para a cara e o lado que fica para fora, tendo em conta que as abas no exterior ficam sempre viradas para baixo.

Como colocar a máscara

Agora que já está preparado, segure na máscara pelos elásticos e prenda-a à cabeça com os atilhos, dando um laço em cada um, ou com os elásticos, sem os cruzar. Caso a máscara tenha, ajuste a banda flexível na cana do nariz, garantindo que a boca, nariz e queixo estão cobertos e sem “fugas”.

Durante o uso, deve evitar tocar na máscara e, sempre que o fizer, trate de higienizar as mãos em seguida. Se precisar de falar, tossir ou espirrar deve fazê-lo sempre com a máscara.

Como retirar a máscara

Normalmente, as máscaras descartáveis têm um tempo de vida útil de quatro horas, ou menos, se ficarem húmidas. No caso das máscaras reutilizáveis, deve seguir as instruções indicadas na embalagem.

Retire a máscara, segurando nos atilhos ou elásticos, a partir da parte de trás, sem tocar na frente da máscara. As descartáveis vão para o lixo comum e as sociais deve colocar em local próprio para serem lavadas. Lave imediatamente as mãos.

 

Relembramos que o uso de máscaras na comunidade constitui uma medida adicional de proteção, pelo que deve continuar a cumprir com as regras de distanciamento social, de etiqueta respiratória e de higienização das mãos.

Cuide de si, para cuidar de todos.